Buscar
  • Coletivo Força Motriz

Natep Estuda #3 - Revolução Francesa

  • Por Equipe Natep Estuda, CFM.


No dia 14 de julho de 1789, aconteceu na França o que ficou conhecido historicamente como A Tomada da Bastilha, um marco importantíssimo para os rumos da humanidade a partir de então. Mas o que foi esse acontecimento? Qual a sua importância e o significado dele no rumo da emergente revolução francesa e quais foram as repercussões dela no continente europeu e nas relações sociais da idade contemporânea?


No post de hoje, vamos abordar uma visão geral sobre a Revolução Francesa, focando no momento da Tomada da Bastilha, que, além de ser interessante por si só, também é bastante cobrada na maioria dos vestibulares.




Contexto


A Era das Revoluções foi marcada por inúmeras rebeliões que buscavam me-lhorias sociais, políticas e econômicas, como a Guerra da Independência das Treze Colônias (1775-1783), que conver-giu na formação dos Estados Unidos da América; na então colônia portuguesa que hoje conhecemos como Brasil, podemos citar o movimento emancipacionista que culminou na Guerra da Inconfidência (1789) e o movimento pela independência da Bahia, conhecido como a Conjuração Baiana (1798), dentre outros.



Divisão Social

Existiam três Estados no antigo regime francês (pré-revolução), divididos por suas classes sociais:

- Primeiro Estado: clero;

- Segundo Estado: nobreza;

-Terceiro Estado: povo (composto, em sua maioria, por camponeses e liderado pela burguesia).



Revolução Francesa se refere ao ciclo revolucionário que aconteceu na França entre 1789 e 1799, que marcou o final do absolutismo no país, dando fim à chamada Idade Moderna e marcando o início da Idade Contemporânea. Foi liderada pelo terceiro estado contra os privilégios dos outros dois estados.



Motivações e Influências - "Liberté, Egalité, Fraternité"


As principais motivações da Revolução Francesa envolviam acabar com a crise política, econômica e social que a França enfrentava no final do século XVIII e levantar ideais que favorecessem a ascensão burguesa e beneficiassem os negócios desta classe, com base nos ideais iluministas, os quais representavam uma forte influência para o movimento.


O Iluminismo foi um movimento filosófico do século XVII e XVIII, conhecido como Século das Luzes, e seguia a linha raci-onalista, que foi a base do Renascimento. Assim, era pautado no desenvolvimento científico em prol do enfraquecimento de alguns conceitos religiosos, no raciona-lismo e na igualdade em direitos e educação, por exemplo. Além destes con-ceitos, personalidades como Immanuel Kant, Montesquieu e Jean-Jacques Rousseau foram figuras de destaque nesse contexto.




Tomada da Bastilha


Insatisfeitos com a posição do rei de ignorar a proposta de um 'voto por cabeça' no lugar do voto por estado, até então utilizado nas assembleias, o Terceiro Estado saiu da Assembleia dos Estados Gerais e cria a Assembleia Nacional Constituinte, buscando propor uma nova Constituição para a França. A tentativa do rei de acabar com a atuação da Assembleia Nacional Constituinte provocou a formação de uma rebelião popular contra este ato, que veio a derrubar a Bastilha, uma prisão do antigo regime na França, utilizada, principalmente, para aprisionar seus opositores; portanto, a Bastilha representava um símbolo de opressão do regime absolutista.


Tomada da Bastilha em 14 de julho de 1789 (Domínio público)


Consequências


Podemos dividir as consequências geradas em quatro partes:


1. Criação da Constituição de 1793, República Parlamentar, voto universal masculino, ensino público e obrigatório, reforma agrária, Lei do Máximo (valor dos produtos era estipulado pelo governo), execução do rei Luís XVI e da rainha Maria Antonieta - Este ficou conhecido como o Período do Terror;


2. Era Napoleônica (1799-1815), criação do banco da França e da nova moeda (franco), estímulo à criação de empresas agrícolas e manufatureiras a partir de empréstimos;


3. Em 1804, foi implementada uma monarquia, tendo Napoleão como imperador e transformando a França no país mais poderoso da Europa, mas após inúmeras vitórias, o exército francês foi derrotado em 1814 e Fernando VII retomou o poder, enquanto Napoleão foi obrigado a abdicar o trono;


4. Congresso de Viena (1815), que teve o objetivo de restaurar as famílias reais europeias e oprimir o movimento iluminista - Santa Aliança.



Este tema é bastante comum de ser cobrado em vestibulares; portanto, se você está nesse período escolar ou se o conteúdo apresentado lhe despertou interesse, não deixe de olhar as referências do post e de pesquisar melhor sobre o tema e aprofundar seus estudos sobre essas revoluções históricas que marcaram o rumo da sociedade!




Não deixe de acompanhar as nossas redes sociais para mais conteúdos como este! 🤲🏽📚👩🏽‍🎓


Instagram: @coletivoforcamotriz

Facebook: @coletivoforcamotriz

Youtube: Coletivo Força Motriz




- FONTES CONSULTADAS NA PRODUÇÃO DESSE POST -


Revolução Francesa, Daniel Neves, Brasil Escola. Disponível em: <https://brasilescola.uol.com.br/historiag/revolucao-francesa.htm>. Acesso em Jul. de 2020.


Revolução Francesa, Cláudio Fernandes, História do Mundo. Disponível em: <https://www.historiadomundo.com.br/idade-moderna/revolucao-francesa.htm>. Acesso em Jul. de 2020.


Iluminismo - Século das Luzes, Rainer Gonçalves Sousa, História do Mundo. Disponível em: <https://www.historiadomundo.com.br/idade-moderna/iluminismo.htm>. Acesso em Jul. de 2020.


Ir além ENEM: resumos infográficos, complementos, questões - 1 ed. Equipes FTD e FTD Sistema de Ensino, São Paulo, 2016.

Posts recentes

Ver tudo