Projetos

NATEP - Núcleo de Assessoria Técnica e popular

O NATEP (Núcleo de Assessoria Técnica Popular), é um projeto de extensão do centro de tecnologia da UFRJ e da UERJ, no qual aplica engenharia em projetos comunitários em comunidades e favelas através da assessoria técnica popular. O NATEP, contém grupos de estudo referentes a temas que são de extrema importância para que a aplicação do conhecimento de engenharia e arquitetura esteja mais próximo da população.

Agroecologia

O grupo de estudos sobre agroecologia é uma iniciativa do coletivo através do NATEP para acumular aprendizados e experiência teórica nessa área para ser posteriormente aplicadas nos nossos projetos de hortas populares nas comunidades que atuamos. Além disso, tem a função de integrar mais e mais estudantes universitários e moradores das comunidades no debate e na prática da agroecologia no nosso cotidiano. Compreendê-la não apenas como técnica agrícola, mas antes de tudo como ferramenta de luta. Combater produzindo!

Educação Popular

O grupo de estudos em educação popular foi criado com o objetivo de atender uma demanda, de uma das comunidades na qual atuamos, por um pré-vestibular social. O grupo, formado por membros do coletivo e do NATEP (projeto de extensão), funciona de forma a estudar o papel da educação popular nas comunidades carentes e organizar um projeto de administração do Pré Vestibular. O modo como estamos trabalhando no momento é, de forma teórica, com discussão de temas que envolvem a pedagogia progressista e de forma concreta, organizados em núcleos para desenvolver projetos nessa area de educação popular, que funcionem na quarentena.

tecnologias de construção popular

A construção popular visa a qualidade do projeto habitacional, e a funcionalidade, tendo em vista o desempenho e a saúde humana. Assim, a utilização de um mobiliário adequado, técnicas de conforto ambiental e eficiência energética, por exemplo, são considerados os parâmetros essenciais para a habitação. Por isso, o grupo de Tecnologias de Construção Popular tem como proposta principal buscar materiais de construção e tecnologias construtivas econômicas e sustentáveis de modo a viabilizar a construção de casas, escolas, centros comunitários, creches, comunas, mobiliário urbano, mobiliário e qualquer tipo de construção comunitária para as populações que moram nas ocupações urbanas apoiadas pelas Brigadas Populares.